Enfim uma boa notícia: o Senado aprovou nessa quarta-feira o projeto que proíbe as operadoras de limitarem a banda larga fixa através de franquias.
O projeto é do Senador Ricardo Ferraço e pede que seja feita uma Emenda ao Marco Cívil da Internet, incluindo no trecho que trata sobre os Direitos dos Internautas, o seguinte texto: "a não implementação de franquia limitada de consumo nos planos de internet banda larga fixa", uma vez que o modelo de venda dos pacotes de internet sempre foi feito, valorizando-se a velocidade de navegação.
Mas calma! O projeto ainda deve passar pela Câmara dos Deputados para avaliação.
O Senador Pedro Chaves saiu em defesa do projeto, dizendo tudo o que nós consumidores gostaríamos de gritar para que todos ouvissem: "É inadmissível que haja retrocessos como a limitação da internet fixa, que representa um freio ao avanço da inovação e ao desenvolvimento das empresas da nova economia, além de prejudicar ações governamentais para a inclusão digital, o acesso à informação, à cultura e à educação. Tal fator certamente acarretará também prejuízo ao desenvolvimento econômico e de competitividade diante do mercado globalizado se for limitada a banda larga da internet".
Pelo menos por enquanto, respiramos aliviados.